Newsletter

Cadastre seu e-mail e fique por dentro sobre vagas de emprego, informativos de mercado, opiniões e artigos técnicos.
Enviar
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso.
COTAÇÕES

BOVESPA

  • Variação

    Pontos

  • -0,44%

    74.157,38

  • 25/11/2017 06h00
    Yahoo

DÓLAR COMERCIAL

  • Variação

    Valor

  • 0,31%

    R$ 3,232

  • 25/11/2017 06h00
    UOL

AÇÚCAR CRISTAL

  • Variação

    Valor

  • 15,43%

    R$ 66,81

  • 25/11/2017 06h00
    CEPEA

ETANOL HIDRATADO

  • Variação

    Valor

  • 0,24%

    R$ 1,6810/L

  • 25/11/2017 06h00
    CEPEA

ETANOL ANIDRO

  • Variação

    Valor

  • 0,21%

    R$ 1,8324/L

  • 25/11/2017 06h00
    CEPEA

2016 terá forte desinflação, diz diretor do BC

 

A pouco mais de uma semana da reunião do Copom que vai definir o patamar da taxa de juros, o diretor de Assuntos Internacionais do Banco Central, Tony Volpon, fez um discurso otimista sobre a trajetória da inflação no próximo ano.

Em encontro com investidores em São Paulo, Volpon destacou que a retração no mercado de trabalho e a perspectiva de desaceleração dos preços regulados pelo governo no próximo ano contribuem para dar ao BC a "certeza" de que inflação será levada ao centro da meta de 4,5% em 2016.

"Acredito que, a despeito dos níveis de inflação observados neste ano, há uma combinação de fatores que apontam para um forte processo de desinflação em 2016", afirmou.

Economistas do mercado estimam que o IPCA vai fechar o próximo ano em 5,4%, depois de atingir 9,15% em 2015, segundo a mais recente sondagem do BC divulgada nesta segunda-feira (20).

Para Volpon, o prognóstico de queda da inflação ainda está aquém do que se poderia esperar dadas as perspectivas para a economia em 2016.

Fonte: Folha de S. Paulo