Newsletter

Cadastre seu e-mail e fique por dentro sobre vagas de emprego, informativos de mercado, opiniões e artigos técnicos.
Enviar
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso.
COTAÇÕES

BOVESPA

  • Variação

    Pontos

  • -0,44%

    74.157,38

  • 25/11/2017 06h00
    Yahoo

DÓLAR COMERCIAL

  • Variação

    Valor

  • 0,31%

    R$ 3,232

  • 25/11/2017 06h00
    UOL

AÇÚCAR CRISTAL

  • Variação

    Valor

  • 15,43%

    R$ 66,81

  • 25/11/2017 06h00
    CEPEA

ETANOL HIDRATADO

  • Variação

    Valor

  • 0,24%

    R$ 1,6810/L

  • 25/11/2017 06h00
    CEPEA

ETANOL ANIDRO

  • Variação

    Valor

  • 0,21%

    R$ 1,8324/L

  • 25/11/2017 06h00
    CEPEA

Açúcar despenca mais de 80 pontos e cai abaixo dos 20 cts/lb

 

Os contratos do açúcar despencaram ontem (7) na bolsa de Nova York, refletindo o clima macroeconômico mundial, com quedas sucessivas nas cotações do petróleo, encontrando o momento para a realização. Na tela outubro/16 os preços caíram 84 pontos, negociados a 19,73 centavos de dólar por libra-peso.

As demais telas também ficaram abaixo dos 20 cts/lb. Maio, julho e outubro/17 fecharam em 19,16 cts/lb, 18,45 cts/lb e 18,05 cts/lb, respectivamente. A menor cotação do dia ficou para os contratos com vencimento março/18, que foi negociado a 17,86 cts/lb. A tela março/17 cravou em 20 cts/lb, com baixa de 76 pontos.

Segundo análise da H.Commcor, dentre os fundamentos para a queda estão a expectativa de produção de açúcar da China e queda de consumo no gigante asiático, além de "uma possível venda de quantidade significativa de VHP do Brasil para o Irã". A Cide também pressionou os preços para baixo com notícias de que o aumento poderia ser de R$ 0,50 por litro, conforme matéria do Estadão, o que aumentaria a arrecadação do governo em "algo em torno de R$ 15 bilhões".


Londres

Os preços do açúcar em Londres também caíram vertiginosamente. Os contratos do refinado com vencimento agosto/16 foram negociados ontem a US$ 547,10 a tonelada, queda de 16,40 dólares no comparativo com a véspera. As demais telas desvalorizaram entre 12,50 e 16,70 dólares.


Mercado doméstico

No mercado interno os preços também fecharam com pequena baixa para o tipo cristal, medido pelo Cepea/Esalq, da USP. Os negócios foram firmados ontem em R$ 87,63 a saca de 50 quilos, queda de 0,03% no comparativo com a véspera.


Etanol diário

Os preços do etanol hidratado subiram 0,84% segundo os índices da Esalq/BVMF. O biocombustível foi negociado ontem a R$ 1.380,50 o metro cúbico, contra R$ 1.369,00 da última quarta-feira.


Clima

A análise da H.Commcor trouxe também as perspectivas climáticas para os próximos dias. Segundo a Somar Meteorologia "uma massa de ar polar avança pelo Centro-Sul do País, porém, apesar de deixar as temperaturas baixas entre a quinta-feira e a sexta-feira, ainda não há previsão de nenhuma onda de frio danosa para as áreas produtoras. Além disso, a chuva retorna novamente no fim de semana para o Paraná, voltando a elevar as temperaturas da manhã, mas que favorece chuvas mais frequentes e moderadas durante a próxima semana, com baixos acumulados neste estado".

A previsão aponta ainda para tempo seco nos próximos dias em áreas produtoras do Mato Grosso do Sul e de São Paulo. No Nordeste, chuva frequente nos próximos dias, mas com baixos acumulados.

 

Fonte: Agência UDOP de Notícias