Newsletter

Cadastre seu e-mail e fique por dentro sobre vagas de emprego, informativos de mercado, opiniões e artigos técnicos.
Enviar
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso.
COTAÇÕES

BOVESPA

  • Variação

    Pontos

  • +1,28%

    73.437,28

  • 18/11/2017 22h00
    Yahoo

DÓLAR COMERCIAL

  • Variação

    Valor

  • 0,56%

    R$ 3,261

  • 18/11/2017 22h00
    UOL

AÇÚCAR CRISTAL

  • Variação

    Valor

  • 12,99%

    R$ 65,40

  • 18/11/2017 22h00
    CEPEA

ETANOL HIDRATADO

  • Variação

    Valor

  • 3,21%

    R$ 1,6769/L

  • 18/11/2017 22h00
    CEPEA

ETANOL ANIDRO

  • Variação

    Valor

  • 2,69%

    R$ 1,8286/L

  • 18/11/2017 22h00
    CEPEA

Açúcar fecha em baixa nos mercados internacionais

 

 

Os preços do açúcar fecharam em queda ontem, na primeira sessão de junho da bolsa de Nova York. No vencimento julho/16, a commodity fechou em 17,41 centavos de dólar por libra-peso, oito pontos a menos que a sessão anterior. O vencimento outubro/16 também se desvalorizou, com negócios em 17,60 cts/lb, recuo de seis pontos no comparativo com a véspera. Os outros vencimentos se valorizaram entre três e oito pontos.

Segundo analistas ouvidos pelo jornal Valor Econômico de hoje, as razões para a queda estão nos números apresentados ontem pela Unica - União da Indústria de Cana-de-açúcar, referentes à moagem da primeira quinzena de maio. "A divulgação do relatório de moagem (...) pressionou o mercado", destacou o jornal.

"Conforme a Unica, houve aumento de 68,4% na produção de açúcar no Centro-Sul do Brasil na primeira quinzena de maio na comparação com o mesmo período de 2015, totalizando 2,1 milhões de toneladas", destacaram os analistas ouvidos pelo Valor.

A H.Commcor destacou também a pressão exercida pelos números da moagem, e também ponderou sobre as "preocupações quanto a capacidade de escoamento para a grande demanda externa para o adoçante".

"Segundo matéria divulgada pela Agência Estado, com o levantamento da agência marítima, Williams Brazil, o volume de agendamentos no primeiro bimestre de 2016 já é 170% maior que o registrado no ano anterior. Isso demonstra que o açúcar brasileiro vem substituindo os, antes exportados, por Índia e Tailândia, devido aos danos causados pela seca nessas regiões", destacou análise da H.Commcor.


Londres

Em Londres os preços também fecharam mistos, com queda nas duas primeiras telas e pequena elevação nos demais vencimentos. Na tela agosto/16, o açúcar foi comercializado a US$ 481,60 a tonelada, baixa de 2,20 dólares no comparativo com a véspera.


Mercado doméstico

O açúcar fechou pelo quinto dia seguido em alta pelos índices do Cepea/Esalq, da USP. Ontem (1º), o tipo cristal foi comercializado pelas usinas paulistas a R$ 77,47 a saca de 50 quilos, alta de 0,26% no comparativo com os preços de terça-feira.


Etanol diário

Os preços do etanol hidratado também mantiveram-se em alta pelos índices da Esalq/BVMF. O metro cúbico do biocombustível foi comercializado ontem em R$ 1.472,50, alta de 0,93% no comparativo com a véspera. Esta foi a sétima alta seguida dos preços dohidratado no Indicador Diário Paulínia.