Newsletter

Cadastre seu e-mail e fique por dentro sobre vagas de emprego, informativos de mercado, opiniões e artigos técnicos.
Enviar
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso.
COTAÇÕES

BOVESPA

  • Variação

    Pontos

  • -0,53%

    75.604,34

  • 22/09/2017 00h00
    Yahoo

DÓLAR COMERCIAL

  • Variação

    Valor

  • 0,48%

    R$ 3,144

  • 22/09/2017 00h00
    UOL

AÇÚCAR INTERNACIONAL

  • Variação

    Valor

  • 0.20%

    14.73 USd/lb.

  • 22/09/2017 00h00
    Bloomberg

AÇÚCAR CRISTAL

  • Variação

    Valor

  • 0,40%

    R$ 52,54

  • 22/09/2017 00h00
    CEPEA

ETANOL HIDRATADO

  • Variação

    Valor

  • 0,55%

    R$ 1,4355/L

  • 22/09/2017 00h00
    CEPEA

ETANOL ANIDRO

  • Variação

    Valor

  • 1,97%

    R$ 1,5837/L

  • 22/09/2017 00h00
    CEPEA

Demanda de hidratado deve chegar a 16 bi de litros

 

A demanda de etanol hidratado no mercado interno este ano deve chegar a 16 bilhões de litros, disse há pouco Luiz Gustavo Junqueira Figueiredo, diretor comercial da Usina Alta Mogiana, no F.O. Licht Sugar & Ethanol, na capital paulista.

Para tanto, seria necessário produzir 1 bilhão de litros a mais de etanol hidratado, porque na safra 14/15 foram processados 15 bilhões de litros do biocombustível para veículos flex.

Figueiredo, que também preside a Câmara de Açúcar e Etanol da BM&F Bovespa, disse no evento que o etanol hidratado vivencia oportunidades como, por exemplo, a queda do ICMS em Minas Gerais e a volta da Cide na gasolina.

Mas há desafios: “a mistura móvel entre 18% e 27% gera insegurança aos produtores, por não ser fixa, ser alterada conforme problemas como climáticos e essa mudança ser permitida, dá desconforto.” Deveria, emenda, haver preço fixo como uma garantia ao produtor

Outro desafio, segundo ele: baixos preços do etanol de milho limitam exportações do hidratado brasileiro.

Fonte: Delcy Mac Cruz - 24/03/2015