Newsletter

Cadastre seu e-mail e fique por dentro sobre vagas de emprego, informativos de mercado, opiniões e artigos técnicos.
Enviar
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso.
COTAÇÕES

BOVESPA

  • Variação

    Pontos

  • +1,28%

    73.437,28

  • 18/11/2017 22h00
    Yahoo

DÓLAR COMERCIAL

  • Variação

    Valor

  • 0,56%

    R$ 3,261

  • 18/11/2017 22h00
    UOL

AÇÚCAR CRISTAL

  • Variação

    Valor

  • 12,99%

    R$ 65,40

  • 18/11/2017 22h00
    CEPEA

ETANOL HIDRATADO

  • Variação

    Valor

  • 3,21%

    R$ 1,6769/L

  • 18/11/2017 22h00
    CEPEA

ETANOL ANIDRO

  • Variação

    Valor

  • 2,69%

    R$ 1,8286/L

  • 18/11/2017 22h00
    CEPEA

Expectativa de safra mais alcooleira faz preço do açúcar disparar

 

21/01/15 - O preço do açúcar teve uma alta expressiva na bolsa norte-americana nesta terça-feira (20). No vencimento março/15, a commodity foi cotada a 15,83 centavos de dólar por libra-peso e subiu 50 pontos. Os lotes de maio subiram 42 pontos, a 15,99 centavos de dólar por libra-peso.

A bolsa de Londres também acompanhou a valorização de Nova York. Ontem, a tonelada do açúcar subiu 10 dólares no vencimento março/15. A commodity foi comercializada a US$ 407,30.

Essa alta tem relação com a mudança na política de combustíveis adotada no Brasil. Segundo o jornal Valor Econômico de hoje (21), o retorno da Cide e o aumento do PIS/Cofins sobre a gasolina tornam o etanol mais competitivo no país. A Presidente da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica), Elizabeth Farina, disse que isso deve fazer com que a safra 2015/2016 seja mais alcooleira do que o previsto, o que reforça a indicação de uma oferta menor de açúcar no Centro-Sul. Essa redução já vinha em pauta devido à seca que atinge a região.

Mercado interno

No mercado interno, os preços tiveram alta ontem. Segundo índices do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq), da USP, a saca de 50 quilos do tipo foi cotada a R$ 50,56, valorização de 0,14%.

Etanol

Os preços do etanol hidratado seguiram valorizados, segundo índices da Esalq/BVMF. O biocombustível foi comercializado a R$ 1.255,50 o metro cúbico, alta de 1,95%.

 

Patrícia Mendonça

 

Fonte: Agência UDOP de Notícias