Newsletter

Cadastre seu e-mail e fique por dentro sobre vagas de emprego, informativos de mercado, opiniões e artigos técnicos.
Enviar
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso.
COTAÇÕES

BOVESPA

  • Variação

    Pontos

  • 19/09/2017 22h00
    Yahoo

DÓLAR COMERCIAL

  • Variação

    Valor

  • 0,02%

    R$ 3,136

  • 19/09/2017 22h00
    UOL

AÇÚCAR INTERNACIONAL

  • Variação

    Valor

  • 3.69%

    14.37 USd/lb.

  • 19/09/2017 22h00
    Bloomberg

AÇÚCAR CRISTAL

  • Variação

    Valor

  • 0,17%

    R$ 52,42

  • 19/09/2017 22h00
    CEPEA

ETANOL HIDRATADO

  • Variação

    Valor

  • 0,55%

    R$ 1,4355/L

  • 19/09/2017 22h00
    CEPEA

ETANOL ANIDRO

  • Variação

    Valor

  • 1,97%

    R$ 1,5837/L

  • 19/09/2017 22h00
    CEPEA

Petrobras atinge dívida recorde: meio trilhão de reais.

 

São Paulo – A Petrobras bateu seu recorde de maior dívida empresarial: R$ 506,5 bilhões no terceiro trimestre, frente os R$ 415,5 bilhões de endividamento do trimestre anterior.

O valor é referente a despesa financeira total bruta, ou seja, ao tomado pela companhia com instituições financeiras.

A valorização do dólar de julho a setembro contribuiu para o aumento, de 28,05% no período.

“Se fosse em dólares o valor seria de US$ 127,5 bilhões, o que a colocaria como a segunda empresa mais endividada da América Latina e USA”, menciona uma análise da Economática.

Os números do balanço da companhia foram divulgados ontem e trouxe outro dado alarmante – o de terceiro maior prejuízo já registrado na história da empresa.

No terceiro trimestre, a empresa registrou R$ 3,75 bilhões negativos.

De acordo com a provedora de informações financeiras, os dois maiores prejuízos antes desse foram de R$ 26,6 bilhões (no 4º tri de 2014) e de R$ 5,33 bilhões (3º tri de 2014).

Dívida líquida

O caixa da empresa no período, no entanto, ficou em R$ 104,2 bilhões – número que era bem menor no primeiro trimestre de 2003, de R$ 15,2 bilhões.

No entanto, a dívida total líquida (dívida total bruta menos o caixa) era menor – R$ 15,8 bilhões contra os R$ 402,3 bilhões de setembro de 2015, segundo a consultoria.

 

Veja, a seguir, a evolução da dívida e caixa da Petrobras desde 2003:

 

Fonte: Exame