Newsletter

Cadastre seu e-mail e fique por dentro sobre vagas de emprego, informativos de mercado, opiniões e artigos técnicos.
Enviar
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso.
COTAÇÕES

BOVESPA

  • Variação

    Pontos

  • +0,04%

    76.004,15

  • 21/09/2017 00h00
    Yahoo

DÓLAR COMERCIAL

  • Variação

    Valor

  • 0,21%

    R$ 3,129

  • 21/09/2017 00h00
    UOL

AÇÚCAR INTERNACIONAL

  • Variação

    Valor

  • 2.30%

    14.70 USd/lb.

  • 21/09/2017 00h00
    Bloomberg

AÇÚCAR CRISTAL

  • Variação

    Valor

  • 0,61%

    R$ 52,65

  • 21/09/2017 00h00
    CEPEA

ETANOL HIDRATADO

  • Variação

    Valor

  • 0,55%

    R$ 1,4355/L

  • 21/09/2017 00h00
    CEPEA

ETANOL ANIDRO

  • Variação

    Valor

  • 1,97%

    R$ 1,5837/L

  • 21/09/2017 00h00
    CEPEA

Preço da gasolina vai subir cerca de 5% em dezembro

 

O preço da gasolina deve subir cerca de 5% no mês que vem. A informação foi publicada, ontem, no site da revista "Veja", pelo colunista Lauro Jardim. Segundo a nota, a decisão deve ser anunciada na reunião do conselho de administração da Petrobras, na próxima sexta-feira. O reajuste se deve à diferença entre os preços internacionais e domésticos do petróleo, que tem afetado o caixa da estatal este ano.

Um levantamento feito ontem pelo Extra em postos do Rio mostra que o setor realmente tem segurado os preços da gasolina comum. Dos doze postos pesquisados, oito não fizeram reajustes desde setembro e dois chegaram até a baixar o valor do litro do combustível.

O etanol, por outro lado, subiu entre 2% e 5,1% em oito postos. Em geral, o litro ficou R$ 0,10 mais caro em relação ao preço de setembro. Como o desempenho do álcool é 30% menor, o biocombustível está saindo mais caro do que a gasolina em todos os doze postos pesquisados(confira ao lado).

O taxista José Carlos Loureiro, de 56 anos, conta que só usa gasolina em seu carro flex, quando não opta pelo gás natural veicular (GNV).

— Além de render mais que o etanol, a gasolina é melhor para carros movidos a gás porque a combustão corrói menos o motor — explica.

Dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP) mostram que o preço médio do litro do etanol nas distribuidoras do Estado do Rio subiu 3,1% desde setembro.

Segundo o Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis e Lubrificantes e de lojas de Conveniência do município do Rio (Sindcomb), os postos repassam ao consumidor o reajuste das usinas.

O Extra entrou em contato com o Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustíveis e Lubrificantes (Sindicom), mas não obteve retorno.

Procurada, a União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica) disse que não comenta os preços do setor.

Fonte: Extra