Newsletter

Cadastre seu e-mail e fique por dentro sobre vagas de emprego, informativos de mercado, opiniões e artigos técnicos.
Enviar
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso.
COTAÇÕES

BOVESPA

  • Variação

    Pontos

  • +1,28%

    73.437,28

  • 18/11/2017 22h00
    Yahoo

DÓLAR COMERCIAL

  • Variação

    Valor

  • 0,56%

    R$ 3,261

  • 18/11/2017 22h00
    UOL

AÇÚCAR CRISTAL

  • Variação

    Valor

  • 12,99%

    R$ 65,40

  • 18/11/2017 22h00
    CEPEA

ETANOL HIDRATADO

  • Variação

    Valor

  • 3,21%

    R$ 1,6769/L

  • 18/11/2017 22h00
    CEPEA

ETANOL ANIDRO

  • Variação

    Valor

  • 2,69%

    R$ 1,8286/L

  • 18/11/2017 22h00
    CEPEA

Usina planeja investir R$ 220 milhões para aumentar moagem e cogeração

 

A Destilaria Nova União, localizada em Goiás, planeja investir R$ 220 milhões para ampliar a sua capacidade de moagem de cana-de-açúcar e diversificar o negócio.

A expansão permitirá à empresa, cuja planta fica em Jandaia (a 120 km de Goiânia), gerar energia elétrica para comercialização, a partir da queima do bagaço de cana.

Hoje, além da fabricação de etanol, a usina produz eletricidade, apenas para o consumo próprio.

“Projetamos uma unidade de cogeração de energia com potencial de 40 megawatts”, afirma Marcelo de Freitas Barbosa, diretor do grupo.

O aporte também elevará em aproximadamente 55% o volume de cana processado pela usina, atualmente em cerca de 1,3 milhão de toneladas.

Parte dos recursos necessários para o projeto sairá de empréstimo do FCO (Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste), de acordo com o Barbosa.

A previsão é que as obras durem 18 meses. Com isso, a venda de energia começará na safra 2016/17.

Por enquanto, a usina não planeja fabricar açúcar. “É possível que isso ocorra mais para frente, após essa etapa atual de investimentos”, afirma.

Fundada em 1982, a empresa tem aproximadamente 1.200 funcionários. O plantio de cana ocorre em uma área de 30 mil hectares.

Fonte: Folha de S. Paulo